jusbrasil.com.br
21 de Agosto de 2019

Ministério Público pede cassação de alvará de posto de Londrina por adulteração de gasolina

Paulo Cesar Kubota, Administrador
Publicado por Paulo Cesar Kubota
há 4 meses

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) pediu à Secretaria Municipal de Fazenda de Londrina a cassação do alvará do posto de combustíveis RB, que fica na esquina da avenida Rio Branco com rua Tietê, região central da cidade.

Segundo a promotoria de defesa dos direitos do consumidor, o posto vendia gasolina adulterada com solventes quando foi fiscalizado por força tarefa comandada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no final do ano passado.

O laudo laboratorial com a análise da gasolina coletada ficou pronto na semana passada, depois dos testes feitos na unidade da Agência Nacional do Petróleo (ANP), em Santa Catarina.

O MP também apresentou ação criminal contra duas pessoas, identificadas como responsáveis pelas adulterações no posto. As informações foram apresentadas em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (16) na sede do MP.

Segundo o promotor de Justiça, Miguel Sogaiar, os dois supostos responsáveis pela adulteração – um deles gerente do posto – vão responder ação penal por crime contra a ordem econômica, com base na lei 8176 de 1991.

Veja mais em https://www.paiquere.com.br/ministério-público-pede-cassacao-de-alvara-de-posto-de-londrina-por-adulteracao-de-gasolina/

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)