jusbrasil.com.br
12 de Maio de 2021
    Adicione tópicos

    Juiz nega prisão domiciliar a ativista preso em protesto contra Bolsonaro...

    Paulo Kubota, Administrador
    Publicado por Paulo Kubota
    mês passado

    Foi negada a prisão domiciliar ao ativista Rodrigo Pilha, detido no dia 18 de março por participar de protesto com a faixa em que o presidente Jair Bolsonaro era chamado de "genocida" e mantido na cadeia por uma condenação anterior por desacato. A decisão do juiz Valter André de Lima Bueno Júnior, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, não aceitou pedido feito pela defesa de Pilha e referendado pelo Ministério Público para que ele deixasse a prisão e cumprisse pena em casa. O ativista, ligado ao Partido dos Trabalhadores, foi preso após o protesto realizado à frente do Palácio do Planalto junto com outros manifestantes, sob alegação de crime previsto na Lei de Segurança ... -

    Veja mais em https://t.co/AEIL9BTIGd?amp=1

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)